Olhar para não ver | Vídeo nas Aldeias - 31a Bienal 
Olhar para não ver | Vídeo nas Aldeias

5 de novembro (quarta-feira) de 2014 • das 15h às 18h
Ana Carvalho, Rosangela de Tugny, Toninho Maxakali e Marilton Maxakali
Exibição de filme + Conversa pública: Vídeo nas Aldeias

 

Criado em 1986, Vídeo nas Aldeias (VNA) é um projeto precursor na área de produção audiovisual indígena no Brasil. O objetivo do projeto foi, desde o início, apoiar as lutas dos povos indígenas para fortalecer suas identidades e seus patrimônios territoriais e culturais, por meio de recursos audiovisuais e de um produção compartilhada com os povos indígenas com os quais o VNA trabalha. O VNA foi se tornando cada vez mais um centro de produção de vídeos e uma escola de formação audiovisual para povos indígenas. O projeto coloca a produção audiovisual compartilhada ao centro das suas preocupações.


Sobrevivência e reverberação entre os Tikmũ’ũn e os Yãmĩyxop

Somando uma população de cerca de 2.000 pessoas, reduzidos a um território ínfimo no Brasil, onde as condições de vida indígena não lhes são asseguradas, os tikmũ’ũn são sistematicamente tomados pela sociedade envolvente como resquícios de sociedades indígenas, fadados a se reintegrarem aos modos de vida dos brancos, sem que nenhum projeto de revisão de suas terras esteja na pauta dos órgãos indigenistas do país. No entanto, estes povos e suas potências yãmĩyxop estão sistematicamente a recusar as lógicas integracionistas do Estado, multiplicando o trabalho de reverberação da imagem e do som que realizam através dos seus cantoimagens, demonstrando vigor e contemporaneidade em suas formas expressivas.

05.11.2014
15:00
Pavilhão da Bienal, área Parque, Térreo
share on